SOCIEDADE DO ESPELHÁCULO: FACEBOOK GADGET COMO DISPOSITIVO DE GOVERNO DAS INFORMAÇÕES, DAS CIRCULAÇÕES E DO DESEJO

Cristian Caê Seemann Stassun  SOCIEDADE DO ESPELHÁCULO: FACEBOOK GADGET COMO DISPOSITIVO DE GOVERNO DAS INFORMAÇÕES, DAS CIRCULAÇÕES E DO DESEJO     Florianópolis 2016   Este livro é o resultado de uma tese de doutorado construída junto ao Doutorado Interdisciplinar de Ciências Humanas da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e ao Doutorado em Comunicação […]

Gilles Deleuze – editado e publicado por M. Rocha

guaikuru index editado e publicado por M. Rocha bibliografia le fonds documentaire GD adpf – GD web Deleuze webDeleuze.BR la voix de GD magazine littéraire Deleuze international Deleuze studies textes nomades volcanic lines rizomando rizoma.net wikipedia fr . ing . port Internet encyclopedia Stanford encyclopedia GD youtube multitudes micropolítica, cartografías del deseo [com S. Rolnik] […]

Anti-Édipo de Deleuze

Trecho do Livro… “Agradecimento aos vários de mim, dispostos num trabalho dioturno. Escrevemos o Anti-Edipo a dois. Como cada um de nós era vários, já era muita gente. Utilizamos tudo o que nos aproximava, o mais próximo e o mais distante. Distribuímos hábeis pseudônimos para dissimular. Por que preservamos nossos nomes? Por hábito, exclusivamente por […]

P COMO PROFESSOR A relação que se pode ter com os alunos é ensiná-los a serem felizes com sua solidão. É ensiná-los a se reconciliarem com sua solidão… Eu não quis ensinar conceitos que se tornem escola, mas que sejam conceitos correntes, não quero dizer comuns, mas sim manipuláveis de várias formas… A universidade deve […]

Porém, superar a lógica binária significa, sobretudo, ser capaz de transformar cada vez as dicotomias em bipolaridades, as oposições substanciais num campo de forças percorrido por tensões polares que estão presentes em cada um dos pontos sem que exista alguma possibilidade de traçar linhas claras de demarcação. enviar recado cancelar

Porém, superar a lógica binária significa, sobretudo, ser capaz de transformar cada vez as dicotomias em bipolaridades, as oposições substanciais num campo de forças percorrido por tensões polares que estão presentes em cada um dos pontos sem que exista alguma possibilidade de traçar linhas claras de demarcação. bem, essa é a explicação que dei pra […]

Deleuze – Dossiê dos Livros

      biografia sumária bibliografia leitores de Deleuze le fonds documentaire GD adpf – Deleuze web Deleuze webDeleuze.BR Deleuze studies Deleuze & Guattari la voix de Gilles Deleuze les séminaires de Guattari multitudes web magazine littéraire verbetes na wikipedia francês . inglês . português Deleuze no youtube depoimentos sobre Deleuze entrevista com Bento Prado […]

SOBRE AS SOCIEDADES DE CONTROLE* POST-SCRIPTUM

SOBRE AS SOCIEDADES DE CONTROLE* POST-SCRIPTUM Gilles Deleuze I. HISTÓRICO Foucault situou as sociedades disciplinares nos séculos XVIII e XIX; atingem seu apogeu no início do século XX. Elas procedem à organização dos grandes meios de confinamento. O indivíduo não cessa de passar de um espaço fechado a outro, cada um com suas leis: primeiro […]

"O ato de Criação" por Gilles Deleuze

O autor de O Anti-Édipo, Imagem-Movimento e Imagem-tempo define a arte como ato de resistência à sociedade de controle em palestra a estudantes de cinema em 1987. Eu gostaria também de formular algumas perguntas. Formulá-las a vocês e formulá-las a mim mesmo. Seria algo como: o que exatamente vocês fazem, vocês, homens do cinema? E […]

Entrevista Gilles Deleuze

http://www.youtube.com/watch?v=AxAOHez4meA Arnaud Villani – Você é um “monstro”? Gilles Deleuze – “Monstro” é, para começar, um ser composto. E é verdade que escrevi sobre assuntos aparentemente variados. “Monstro” tem um segundo sentido: alguma coisa ou qualquer um cuja extrema determinação deixa plenamente subsistir o indeterminado (por exemplo, um monstro ao estilo de Goya). Nesse sentido, […]

Entrevista Gilles Deleuze

http://www.youtube.com/watch?v=AxAOHez4meA Arnaud Villani – Você é um “monstro”? Gilles Deleuze – “Monstro” é, para começar, um ser composto. E é verdade que escrevi sobre assuntos aparentemente variados. “Monstro” tem um segundo sentido: alguma coisa ou qualquer um cuja extrema determinação deixa plenamente subsistir o indeterminado (por exemplo, um monstro ao estilo de Goya). Nesse sentido, […]