Dicas simples e eficazes para amenizar ou superar a Depressão

Quando você está deprimido, muitas vezes sente como se nada no mundo pudesse fazer você se sentir melhor. A depressão é um distúrbio complicado, pois os sintomas que ela cria podem desanimá-lo de realizar tarefas ou de procurar a ajuda que iniciaria a sua recuperação. Falta de energia e baixa auto-estima são alguns dos sintomas que tornam difícil a saída de um estado depressivo. A depressão, porém, é uma doença muito comum e altamente tratável. Aqui estão oito passos para fazer isso.

Reconheça e evite os ataques críticos a si mesmo

A depressão é muitas vezes acompanhada por uma mentalidade crítica e auto-destrutiva. Quando pressionadas, as pessoas tendem a aceitar essa identidade negativa como uma verdadeira representação de quem elas são. Muitas pessoas não conseguem reconhecer que este ponto de vista sádico é, na verdade, a voz de um inimigo oculto. Para iniciar o processo de quebra do ciclo crítico, é útil pensar nesses pensamentos destrutivos como sendo equivalentes ao vírus de uma gripe que mantém você de cama quando está gripado. Não dê ouvidos a esses ataques quando eles lhe dizem para não perseguir seus objetivos, para isolar-se, ou renunciar a uma atividade que você gosta de fazer. Isto dá a essa voz interna ainda mais poder sobre você. Em vez disso, quando perceber que esses pensamentos e atitudes estão se intensificando, é essencial identificá-los como um ponto de vista alheio. Reconheça essa voz interior como um inimigo destrutivo, e então você poderá ser capaz voltar à realidade.

Questione: de que estou com raiva?

Certos tipos de depressão podem vir na forma de um estado de dormência – uma falta de sentimento que enfraquece toda a emoção e sufoca o seu potencial para sentir alegria. Suprimir ou cortar emoções pode ser uma defesa contra o fato de você não estar se sentindo confortável. Muitas pessoas que sofrem de depressão estão, na verdade, mascarando um sentimento de raiva. A raiva pode ser uma sensação difícil de aceitar, porém é uma parte natural da nossa vida cotidiana. Ao reconhecer e aceitar ou questionar seus sentimentos de raiva, é muito menos provável que você os torne contra si mesmo ou permita que eles levem você a um estado depressivo.

Mantenha-se ativo

Quando você está deprimido seus níveis de energia podem cair drasticamente, mas a última coisa que você quer fazer quando estiver se sentindo para baixo é não se levantar. É um fato fisiológico: a atividade física é positiva conta a depressão. É cientificamente provado que as pessoas, ao manterem a freqüência cardíaca elevada por 20 minutos por dia, cinco dias por semana, se sentem emocionalmente melhores. Exercícios aumentam a neuro-plasticidade do cérebro e libera substâncias neuroquímicas chamados endorfinas, que ajudam a elevar o humor. Sair de casa para uma caminhada, brincar com os filhos, ou ir à academia, são métodos clinicamente comprovados para melhorar a forma como você se sente.

Não se isole

Uma pessoa depressiva pode pensar que é melhor ficar sozinha e não incomodar os outros com seus problemas. Mais uma vez, estes pensamentos devem ser tratados como parasitas que tentam evitar que o seu corpo fique saudável. Não dê ouvidos a eles! Se você se sente mal, mesmo que se sinta envergonhado, confie em um amigo, expresse seus sentimentos, pois isso alivia a sua carga emocional negativa. Até mesmo o simples ato de colocar-se em uma atmosfera social pode levantar o seu espírito. Vá para um lugar onde há pessoas que podem ter interesses semelhantes, ou mesmo para um local público como um museu, parque ou shopping, onde você pode desfrutar de estar entre as pessoas. Nunca se permita achar que você é diferente ou inferior a qualquer outra pessoa. Sua depressão não define quem você é.

Faça o que gostava de fazer antes… mesmo que não tenha vontade

Os próprios sintomas da depressão podem destruir a sua vontade de se envolver em atividades que você curtia antigamente. Ceder a esse estado letárgico pode dar à sua depressão ainda mais poder. Por outro lado, permanecer ativo e buscar qualquer coisa que você ache interessante irá reacender sua faísca emocional. Embora seja mais fácil falar do que fazer, você deve se esforçar para fazer uma caminhada, cozinhar, ligar para um amigo, cozinhar algo, tomar um banho, ouvir música, ou qualquer coisa que não seja apenas ficar sentado no sofá.

Assista a um programa de TV ou filme de humor

Pode parecer bobo ou muito simples, mas qualquer coisa que faça você sorrir pode realmente ajudar a convencer o seu cérebro de que você está feliz. Veja sua comédia favorita, assista a um filme engraçado ou leia um escritor cômico. Isto é comprovadamente uma ferramenta eficaz para lembrar seu cérebro de que você pode se sentir bem novamente.

Procure um psicólogo

Falar é uma poderosa forma de combater a depressão. Se você se sentir mal, não deixe ninguém lhe dizer que não é grande coisa, ou que você vai superar isso. Não há nada de vergonhoso em reconhecer que você tem um problema que não consegue resolver sozinho e procurar a ajuda de um psicoterapeuta. Pedir ajuda é um ato corajoso e falar com um psicoterapeuta é um esforço saudável e produtivo. Aprender sobre a fonte da sua dor pode realmente ajudar a aliviar o impacto da depressão na sua vida, ajudando você a reconhecer e combater a sua voz interior crítica.

 

 

Autora: Rachel Hauser Davis

Fonte: http://www.psiconlinews.com/2016/03/dicas-simples-e-eficazes-para-amenizar-ou-superar-a-depressao.html