TEM COISA PIOR QUE LEVAR UM FORA?

Pois eu afirmo que não, talvez empate com uma traição…mas, mesmo assim afirmo que não, não tem nada pior que um fora. Ainda mais quando se trata de um fora sem ter experimentado os lábios daquele cara incrível, romântico, educado, lindo, inteligente e muito, muito amigo. Sendo assim, não tem como não se apaixonar, concordam? Um cara assim, te faz crer que é o teu príncipe encantado. Tudo nele te encanta. Tudo parece perfeito…mágico…E você acredita ter encontrado sua alma gêmea! Em meio a longos suspiros pensa nele…sonha com ele…deseja estar com ele. E as conversas então….são horas de papos interessantes….parece que ele sabe exatamente o que você gosta, o que você quer ouvir. Tudo isso com ar tímido, um sorriso encantador, uma gargalhada contagiante. E vocâ? Cada vez mais apaixonada, começaa  bem sutilmente a deixar transparecer seus sentimentos, através de um email, um torpedo, uma ligação….Na esperança de receber um sinal, algo que te faça perceber se ele está sentindo o mesmo, entende? (continua)


Mas ele vai se tornando ainda mais atraente, se fazendo de desentendido, faz de conta que não percebeu seus sentimentos…mas continua incrível. E você então começa a ser mais objetiva e ele então, você sente, começa a meio que evitar alguns assuntos…E você começa a perceber que ele está mesmo fugindo deste sentimento intenso, profundo e arrebatador, ao ponto de evitar ficar a sós com você. Mas, cheia de sonhos e de esperança, em um rompante de paixão ardente, você finalmente abre o seu coração e revela seus sentimentos, porque não suporta mais tanto amor dentro do peito, que chega a te sufocar, É preciso colocar pra fora sem nunca imaginar que levaria um fora, afinal vocês se conhecem a meses…e você tem certeza que não foi por acaso que o destino o colocou em seu caminho, e a troca de olhares, os abraços…tudo indica que aí está nascendo um eterno romance e você até já conclui o leiaute desta paixão. Fatídico engano. Ele inicia, depois de te ouvir atentamente, te fazendo os mais belos elogios, como se você fosse realmente a pessoa que ele esperava…mas, no final dá a sentença…não é o meu momento para iniciar uma relação…Meu Deus! Sabe quando o mundo cai sobre a sua cabeça? Pois é exatamente esta uma das sensações. Sim, porque em fração de segundos passam na sua mente as mais terríveis indagações. Do tipo: Puxa vida, como posso  te me enganado tanto, o que há de errado em mim? O que vou fazer agora? Não tenho mais cara nem pra continuar uma amizade…que vergonha. Então, como não se abriu um buraco em sua frente pra você se enfiar nele…o que resta a fazer é sair de fininho…morrendo de raiva de você…porque na verdade você queria que tal iniciativa partisse dele…e além de tomar a frente leva um baita fora. Indignada e sem entender direito o que o levou a dizer não, você leva dias, meses, pensando no fato ocorrido, mas não sente raiva dele, mas sim de você mesma, com a sensação de ter feito tudo errado, de ter criado uma situação desconfortável para ambos. Mas enfim, você aprende que  nem sempre o momento certo é aquele que imaginamos, nem sempre uma grande amizade transforma-se em amor,nem sempre estamos preparados quando pensamos que estamos,e o melhor de tudo é que você aprende que nem sempre um fora significa o FIM. Pode estar apenas começando uma grande história de amor! Porque este sim, se resistir conquistará. Note bem, eu falei resistir e não insistir. Há uma grande diferença entre ambos, pois dar tempo ao tempo, sempre! Tornar-se inconveniente, nunca. Texto escrito por Rita de Queluz, no blog Garotas Nadavazias

Anúncios