Quando vieres…vem de mãos vazias! Geir Campos

Quando vieres,

vem de mãos vazias:

há de enchê-las

um vento de carícias

como o que acena

aos barcos ancorados

.Quando vieres,

vem de olhos perdidos:

logo se encontrarão

noutra paisagem.

Quando vieres,

vem sem rumo feito

-como quem sabe mar

e crê em viagens.

Anúncios