Chico Buarque Vivo, Mas Eterno!

Quero ficar no teu corpo feito tatuagem

Que é pra te dar coragem

Pra seguir viagem

Quando a noite vem

E também pra me perpetuar em tua escrava

Que você pega, esfrega, nega

Mas não lava

Chico Buarque

“… Amando noites afora

Fazendo a cama sobre os jornais

Um pouco jogados fora

Um pouco sábios demais

Esparramados no mundo

Molhamos o mundo com delícias

As nossas peles retintas

De notícias…”

Chico Buarque

Mesmo em sonho estive atento para poder lembrar-te sempre

chico Buarque

Quem me vê sempre parado, distante

Garante que eu não sei sambar

Tou me guardando pra quando o carnaval chegar

Chico Buarque

Eu semeio vento na minha cidade,

Vou pra rua e bebo a tempestade.

…e pela minha lei, a gente era obrigada a ser feliz.

Chico Buarque

Ai, que saudades que eu tenho

Dos meus doze anos

Que saudade ingrata

Dar banda por aí

Fazendo grandes planos

E chutando lata

Trocando figurinha

Matando passarinho

Colecionando minhoca

Jogando muito botão

Rodopiando pião

Fazendo troca-troca

Ai, que saudades que eu tenho

Duma travessura

Um futebol de rua

Sair pulando muro

Olhando fechadura

E vendo mulher nua

Comendo fruta no pé

Chupando picolé

Pé-de-moleque, paçoca

E disputando troféu

Guerra de pipa no céu

Concurso de pipoca

Chico Buarque

Anúncios