Os olhos de ressaca, de cigana oblíqua e dissimulada da Capitu. É como Machado de Assis descreve, é como eu a vejo. “Acho que são olhos de mar na ressaca… Aquele mar que vem e me arrasta e me puxa para dentro de você.”